Notícias

Influência do inverno na agricultura

24, junho 2019

O inverno precisa ser considerado nos planejamentos de uma boa produção do agricultor.

O frio é fundamental principalmente para as culturas de inverno. Aveia, cevada e o trigo toleram temperaturas mais baixas. No inverno, a recuperação de queima superficial das plantas é muito rápida. Outro benefício do frio associado a um clima seco e com bastante sol impede a propagação de doenças fúngicas, como por exemplo, manchas foliares, oídio e ferrugem.

É importante lembrar que tanto o frio como o calor precisa vir em doses certas, de acordo com o estágio fenológico da cultura, para assegurar que as plantas tenham o máximo desenvolvimento produtivo. O problema para as variedades de algumas culturas está no acontecimento de calor fora de padrão e da época, que ativam as plantas, tirando-as do período de dormência.

Esse período é importante para a estabilidade na brotação, emissão de gemas, de flor e de folhas.

Para termos boas produções de trigo, frutas, cevada e aveia, precisamos ter frio em quantidade e qualidade, dentro de cada período e estágio de desenvolvimento de cada cultura.

Como não é possível determinar se fará frio ou calor, o produtor agrícola, tem que estar atento aos fatores externos como clima e o tempo, para planejar o seu plantio. Fazendo o manejo das culturas de acordo com as condições climáticas favoráveis.

Cada ano que passa vivenciamos uma média mais alta de temperaturas. Por isso, os produtores rurais são forçados a se acostumar com clima mais quente, cultivando as culturas e variedades que melhor se adaptam a estas condições climáticas. O frio é indispensável e precisa ser considerado nos planejamentos de uma boa produção do agricultor.